Alienação Parental

0
399
Alienação Parental

Considera-se ato de alienação parental a interferência na formação Psicológica da criança ou do adolescente promovida ou induzida por um dos genitores, pelos avós ou pelos que tenham a criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância para que repudie genitor ou que cause prejuízo ao estabelecimento ou a manutenção de vínculos com este.

Caso, exista um processo de guarda ou com crianças envolvidas e de grande importância a presença de um assistente técnico para emitir parecer. Nesta situação, o psicólogo perito realiza sessões com crianças e família a fim de colher dados para uma avaliação precisa e sugestão de conduta, respondendo aos quesitos apresentados no processo.

A análise de um profissional qualificado no processo possibilita a defesa do olhar técnico para que auxilie o juiz na decisão e possa, se for o caso, confrontar um parecer emitido por outro profissional de mesma qualificação.

Deixe uma resposta